1. O grande problema que a gente tem

    image

    "O grande problema que a gente tem, nesse país, é medo. Você não tem ruptura, você não tem confronto, você não tem enfrentamento, você não tem nada."

    Sr. Ivan Seixas, na Comissão da Verdade do Estado de São Paulo Rubens Paiva.

    *

    Por e-mail:

    "Fal, sabe qual é o problema das pessoas que querem morrer mas não têm coragem de se matar? É que elas morrem aos pouquinhos, um tanto que incomoda só a elas, mas nunca é o bastante pra fazer o trabalho completo. E, claro, por quererem morrer, vivem mais do que todo mundo.

    Verônica”

    *

    Os bonzinhos desse mundo regulando do que se pode rir, o que se pode achar e quanto de importância têm as coisas para nós. Não sei quanto a vocês, mas eu estou limando um a um.

    *

    Não existe tipo pior de solidão do que aquela com a qual a gente se identifica. A solidão do outro que ressoa no nosso peito.

    *

    Fui a um velório. E, em um velório, vou lá e abraço as pessoas queridas. E ouço. Coisas inacreditáveis. Não, a vida não para porque alguém-que-alguém amava morreu. Claro que não. Especialmente a sua vida, tão importante e tão cheia de coisas. Mas, né. Vamos evitar de combinar a depilação, o banho de lua e a tiração de cutícula ali, aos brados, junto ao corpo do pai da amiga.

    *

    Por e-mail:

    "Tô tão zureta que, quando você me acordou, depois que desliguei o telefone, me deu uma dor aguda no peito e eu achei que tava tendo um enfarte. Uma dor horrível, uma pressão medonha. Aí me dei conta que tinha dormido de sutiã e o arame rasgou o bojo e tava quase me esfaqueando. ‘Mulher achada morta, apunhalada pelo próprio sutiã’.

    Você tem que reconhecer que é MUITO melhor do que “Escritora morre envenenada por danone vencido.”, né?

    Julia”

    *

    Era o caso de perguntar pra amigue quantos meses ela vai ficar racionalizando o pé na bunda e o quanto dói uma saudade, em público, na rede social, mas né.

    De qualquer forma, sempre bom ver que a arte da agressividade-passiva está viva e passa bem.

    *

    Por e-mail:

    "Fal, sobre esses negócios de projeto, eu sei que uma acochambradazinha que você dá, vai voltar contra você lá na frente, como um tsunami.

    Max”

     

    Livros. Lidos, não lidos, amados, doados, deixados pra depois, relidos mil vezes, carcomidos pelo tempo e pelos gatos, esquecidos e retomados, esquecidos e esquecidos, desenhados, esquisitos, com final horroroso, com final incrível, sobre baleias, livros, livros, livros. Sim. Sim. Sim.

    *

    "Mesmo não definindo, sinto e falo "eu amo". Amo. Amo. Amo. Pode ser mecânico, automático, pode ser falso, pode ser desesperado ou desencantado. Pode até mesmo ser em silêncio distante e contemplativo mas é a forma que eu tenho de tentar brilhar além de um dia que acinzenta a minha vista, é a forma que encontro para dar sentido às horas, dias, meses, aos quilômetros, ao passado e ao futuro.

    Amo. Incondicionalmente.”

     Zander Catta Preta (http://www.casadozander.com/)

    Publicado em 29 de Setembro de 2014 (4 notas)
    Deixe seu comentário...

  2. Publicado em 29 de Setembro de 2014 (519 notas)
    Deixe seu comentário...

  3. UMA FANTA, UMA COXINHA, UMA CADEIRINHA DE ARMAR

    image

    Pera, eu já me perdi. Os fios explicaram o trem super rápido e thãns, Matilde deu um upercut emocional em dona Brígida na base do “a senhora vai manter a maldade com os pobres velhinhos fofos?”. Pô, apelou.

    Oia, tiraram a palavra de dona Brígida, mas em compensação, também tiraram rápido a palavra de Matilde. E volta pra dona Brígida. Esse trem tá rápido demais e eu tenho certeza que o tio Arthur não tá entendendo nada, que nem eu.

    Oia, dona Brígida usou um “assim sendo”. 

    Daí dona Brígida apelô e foi dar no fígado de Licinha sobre mudança disso e daquilo e de opinião e tal. 

    Pelo jeito acabô a lua de mel e hoje vai ser na base da chinela. Não que eu seja contra uma boa batalha campal, mas sinceramente, era mais bacana botar maiô de perninha nesse povo e trazer o ringue de gel.

    Dona Brígida tá dando um esporro em Licinha. E disse “me estarrece”. Gente. 

    Licinha vai pra cima do Henriquinho. O pessoal dele não ornou o blazer com a gravata e ele parece puto da cara com isso. Ele falou que “nossa matriz energética é eminentemente hídrica”. Não aqui em São Paulo, garotão. Aqui é eminentemente “Mãe! Vou tomar banho na Sandra!”. 

    "Antes da réplica da réplica da réplica", gente, esse negócio tá me confundindo e me deixando enjoada, eu vou tomar um Dramim.

    Talvez eu tenha perdido o começo do lance, mas Licinha tá citando Menescal, e falando que é sol, é sal, é sul.

    Henriquinho acaba de tacar na cara de Licinha que ela já foi da turma da dona Brígida. Golpe baixíssimo.

    Pergunta pro Esmeraldo. Na boa, o que esse cara tá fazendo num DEBATE para presidente? Esse país não é assim, como direi, sério.

    "Vc vai na feira, não consegue comprar". Entra ano e sai ano e vocês continuam incensando um pessoal que dá as MESMAS opiniões que minha vó e as amigue dela reunidas em volta do portão. Sério. Sério. 

    Henriquinho concorda com Esmeraldo. Claro. Como foi que eu não pensei nisso antes.

    Profissionalização, resultados, redução de Estado, foco de corrupção, propina, JULIO, PEGA A TABELA DO BINGO.

    Hahahaha, se cada vez que alguém for falar mal do governo, derem direito de resposta pra dona Brígida, sério, fecha o debáááthi, vamos ver o Mainardi.

    Gente, aquele senhorzinho do Aerotrem participa de debates à Presidência. Retiro tudo que eu disse, esta é uma pátria incrível. Que bigode é esse, Brasil?

    HAHAHAHAHAHA, o lindo do Aerotrem teme uma INVASÃO BOLIVARIANA??? Votem nele, por favor. Por favor. Por favor.

    Claro que o lindo do Aerotrem é amigue do Esmeraldo. Claro. E falou mal do governo. Vai lá dona Brígida pedir mais falinha.

    Tio Arthur é médico? Para, gente.

    Tio Arthur tá nelvoso. Não entendi bem o motivo, mas eu nunca entendo nada, mesmo.

    image

    Oia, tio Arthur falando mal dos frutos do mar, do governo, de tudo.

    Em compensação, o lindo do Aerotrem tá falando mal do médicos cubanos. Vocês não contavam com a astúcia dele.

    Vocês me mentiram que tio Arthur era de boa, mas olha, ele tá mór nervoso.

    Ele tá chamando Matilde pelo primeiro nome e dando risinhos. Oia, e ela chama o fio de primeiro nome também e dá carraspana nele porque achou que ele riu das chanças dela. Fia, não tem ninguém rindo, é sério. Até Baco tá com cara de pavor.

    Ela tá falando de carbono. E Tio Arthur, ao que parece, tá orando. Bonito isso, vou dar a mão pra Baco e rezar um Pai Nosso Que Estáis nos Céus.

    Oia!! Matilde tá puxando tio Arthur pra ela!!! Não, passou, já jogou na cara dele que ele andava com a moçada barra-pesada da turma de cima. Só faltou dizer que ele tem passagem na Febem.

    Tou exausta, se eu tivesse lá, já tinha pedido pra Andréa pelamordedeus me levar pra casa e dava minha vez pro lindo do Aerotrem falar mais sobre o ataque das nações bolivarianas, que eu tava adorando isso.

    Licinha fez pergunta pra dona Brígida, mas ela resolveu que vai falar do que ela quiser e que ninguém manda nela. Olha, tá certa. Dou força.

    E eu sei que vocês vão dizer “lá vem a alienada da Fal interrompendo mais uma importante e fundamentada análise política do Drops pra falar potoca”, e vcs tão certos, mas gente, esse blazer da dona Brígida, tá show de bola. Eu quero um assim, dessa cor. pela atenção muito obrigada.

    Tá, volta pra coisa séria, dona Brígida inda tá dando esporro. Não, agora ela vai dar uma dura em Henriquinho. A gravata tá deixando ele confuso. 

    Opa, chamou dona Brígida de “senhora candidata”. Gostei. Tou achando esse negócio de primeiro nome muita palhaçada, onde nós vamos parar?

    Daria pro debate ser entre o Laerte, o Angeli e o Dhamer? 

    image

    Henriquinho, você tá falando rápido demais e eu e tio Arthur tamos confusos.

    Uia, Tio Arthur tá dizendo que Matilde não foi na aula de alguma coisa. E eu não vou comentar nada porque eu não entendi uma palavra do que Tio Arthur falou. Sério.

    Tio Arthur acaba de dizer que os partidos pá, páá e pápápá, são da mesma “família socialista com temperos capitalistas e liberais”. Venho buscando essa frase há 25 anos. Tio Arthur, você é o dono do meu coração. 

    Precificação, instrumento, postura, investimentos privados, réplica, falta de estrutura, maneira drástica, elemento importante, voltar a insistir neste ponto, poluição do ar, erradamente, contramão da  história, matriz energética, tréplica, aumentar a fiscalização, efetivamente, principalmente nas grandes cidades, falta de mobilidade urbana.

    "Quantas pessoas que chegam no hospital e estão morrendo?" — Vovó, é você?

    Dona Brígida pediu falinha. Ah, jura?

    O lindo do Aerotrem tá se passando pra cima de Matilde. Tou falando procêis, esse bigode é matador.

    Amarelo com cinza. Matilde, é linda essa combinação. Cinza fica lindo com tudo, mas com amarelo, rosa e vermelho, fica campeão. 

    Pera, dona Brígida tá falando que demitiu não sei quem. Mas a reunião do depto pessoal é hoje? Tou confusa.

    Matilde tá dando na cara dos economistas de Licinha. Que tá usando um colar lindo de morrer. E tá rouca e com cara de cansada, que nem eu. Vem, Lici, a Andréa leva nóis comer hamburguer e depois, pra casa. 

    E esses coitados inda ficam em pé o tempo todo, sem lanche?

    Eu já tinha pedido um tódi com queijo quente e uma cadeira, gente. Pelo amor de Deus. Como alguém pode governar um país se tiver varizes?

    Opa, agora sim, Matilde falou de homofobia. Agora sim. E Licinha falou, falou e não tocou no assunto.

    Gente, acabou o primeiro bloco. Sinceramente, isso é chato pacas. Eu não consigo entender como vcs guentam. 

    A melhor coisa são as propagandas. Gerááááldo, shampoo de caspa, Montanha, creme pra diabético, reality show, show de bom gosto.

    Opa, perguntas dos jornalistas. Olha, que incrível, eu mereço.

    Não é a toa que eu tou cansada, com dor nas pernas, zonza e com fome, já passou uma hora. O tempo voa quando a gente tá se divertindo, não é mesmo, minha gente?

    Henriquinho quer ser presidente pra espalhar o amor, a alegria, a felicidade, a beleza.

    Dona Brígida pede pela memória do povo. É pra lembrar de ministro oferecendo forças armadas pra governador conter confa? Não, né. Então, xá memória pra lá, fia.

    Quadros qualificados, área econômica, compromisso com a justiça social, visão mesquinha, a história se faz com homens e mulheres de bem.

    Cara, o que é um homem, uma mulher “de bem”? Quem decide? Quem escolhe? Tenho horror disso, Licinha.

    Hahaha, Henriquinho: “No meu governo serei eu que vai decidir”. Congresso, esse detalhe.E ele inda disse que vai pro segundo turno e não sabe com quem. Gente, que eleição que Henriquinho tá concorrendo, síndico do prédio em Boituva?

    Alguém me diz agora que o terno desse homem de Deus não é roxo. Por favor.

    O profissional de maquiagem que instalou os cílios postiços dessa formadora de opinião, favor entregar o alvará.

    O homem de Deus é contra o aborto. É evidente. 

    Outro formador de opinião botando Tio Arthur e Licinha um contra o outro. Essa gente quer intriga e sangue. Mas a camisa de Tio Arthur tá bem passada, vamos combinar, ele não tá aqui pra aguentar palhaçada. Opa, deu um soco no microfone. Olha, ele é um lindo, vou dizer. 

    Matilde tá falando uns lances e eu não vou dar minha opinião sincera porque depois da pergunta do Heródoto, a gente vai poder sentar e comer uma coxinha, tomar uma fanta, sei lá.

    Hahahahah, Heródoto não presta, perguntou de drugs pro lindo do Aerotrem, que acaba de falar que drogado não trabalha. Mano, 90% ou mais da população tá drogada. Se ele falar “eu e minha espousa resolvemos não usar drugs” eu saio correndo.

    Ah, lá, ele tá falando das fronteiras de novo!! HAHAHAHA, esse bolivianos sanguinários, esses peruanos sedentos de sangue!!!!

    RÁ!!! Tio Arthur é a favor da liberação. te amo, seu lindo. “Não use, se usar, use pouca, se ficar doente, eu quero te ajudar!!”. SEO LINDO!!

    Por que que não tá todo mundo votando nele? Seus frouxos..

    E na propaganda, Tio Arthur inda disse que é a favor do aborto. <3

    Propaganda. Vosso alcaloide é candidato ao Senado. Terei pesadelos.

    Pourra, isso não acabou?

    image

    Blablablá Henrique, blablablááááá dona Brígida.

    Haha, dona Brígida, pelo que eu entendi, manda na Polícia Federal, é isso?  Ela manda a Polícia Federal no bar buscar a quentinha? Mana. E inda diz que tem tolerança ZERO com a corrupção. Fia, não, não diz tolerança ZERO, não fala assim.

    A Licinha tá com cara de quem não jantou. Não deram um danone pressa criança no intervalo, nada?

    Porra, Licinha, eu aqui vendo seu lado e você fazendo pergunta comprida pro Tio Arthur?

    Assim que acabar o debate, venha cá, Tio Arthur, eu te espero pruma pizza com vinho e brigadeiro de microondas! 

    Dr. Julio Gallo me manda mensagem secreta querendo que dona Brígida distribua voladoras. Ora, dr. Julio, francamente, com esse blazer lindo? E se ela estragar esse blazer lindo eu mato ela. Mandei você ver o lance do maiô de perninha, e você aí às voltas com o eletricista e não sei quê. 

    Esta sou eu, não dando minha opinião sobre Matilde.

    Agora Matilde quer que o lindo do Aerotrem responda porque casal gay não é família.

    Ah, o lindo, acaba de dizer que é porque gays não têm filhos. Meu casamento com Alexandre não valeu, entendi. E agora ele tá colocando pedófilo e gay no mesmo balaio. Nem minha vó na volta da feira era capaz duma dessas. O que esses caras tão fazendo num debate pra presidente? Eu entendi que o papel dele é servir de escada pra Matilde. Mas, sei lá, Matilde, acho o preço alto demais.

    HAHAHAAH, ele voltou pros bolivarianos, esses animais sanguinolentos. Enquanto vcs se preocupam com Ebola, SUS, São Paulo ficando sem água em 40 dias e casamento gay, os peruanos tão vindo aí. Cês vão ver só.

    Cara, o lindo do Aerotrem tá chamando chefe de Estado de “aquela louca lá” e dizendo que tem chefe de Estado pessoalmente mandando drugs pra cá? Ele pode falar tudo o que ele quiser?

    Porra, não acabou?

    Tio Arthur, saia à francesa e vem pra cá, te espero com pizza, vinho e brigadeiro de microondas. Você merece.

    E na propaganda: "a gente não perde o jeito de garoto, mas se cuida como homem". Esse reclame praticamente resume TUDO que tem de errado no planeta.

    Aiai, um minuto e meio de cada um e daí, creme de cânfora nas panturrilhas.

    Vou resumir pra vocês.

    O tio Juca não pediu desculpas à nação e, sei lá, ele deveria e à mais de uma, sinceramente.

    Henrique mandou dizer que não vê a hora de tacar a gravata na cara do assessor.

    Dona Brígida mandou dizer que o blazer é lindo mesmo.

    Esmeraldo, o homem de Deus, jurou com a mão em cima da Bíblia que nunca mais usa um terno roxo.

    Licinha mandou dizer que tá com fome, com sono, de saco cheio, mas que, sim, o colar é um desbunde.

    Matilde mandou dizer que, não, deixa pra lá. ( o “não, deixa pra lá” é meu, gente, ela falou uma pá de coisa)

    Tio Arthur mandou dizer "Amigos, façam as contas, as duas vão pro segundo turno, mas no primeiro turno votem em mim", hahaha, é um lindo. E inda mandou dizer que manja dos paranauê e tá chegando. 

    image

    Publicado em 28 de Setembro de 2014 (8 notas)
    Deixe seu comentário...

  4. blastedheath: David Bomberg (English, 1890-1957), Composition for New Art Salon poster, c. 1914-18. Gouache, 21½ x 18½ in.

    blastedheath: David Bomberg (English, 1890-1957), Composition for New Art Salon poster, c. 1914-18. Gouache, 21½ x 18½ in.

    Publicado em 28 de Setembro de 2014 (48 notas)
    Deixe seu comentário...

  5. 21agenda:

The Media’s Imaginary Coffee Salute Scandal

    Publicado em 28 de Setembro de 2014 (3 notas)
    Deixe seu comentário...

  6. viktor-sbor:

The Close of the Silver Age  Artist: Lucas Cranach the Elder Date made: about 1530

    viktor-sbor:

    The Close of the Silver Age
    Artist: Lucas Cranach the Elder
    Date made: about 1530

    (via intraoculus)

    Publicado em 28 de Setembro de 2014 (9 notas)
    Deixe seu comentário...

  7. 
Groundhog Day (1993)

Sobre os sábados de Bill: não tem nenhum significado, a não ser que eu gosto de olhar para a cara dele. Não é uma mensagem subliminar, ele não é meu candidato a deputado federal, não é post pago de um novo filme dele. A cara dele é boa. &lt;3

    Groundhog Day (1993)

    Sobre os sábados de Bill: não tem nenhum significado, a não ser que eu gosto de olhar para a cara dele. Não é uma mensagem subliminar, ele não é meu candidato a deputado federal, não é post pago de um novo filme dele. A cara dele é boa. <3

    (Fonte: cinecat, via venkmanknowsbest)

    Publicado em 27 de Setembro de 2014 (172 notas)
    Deixe seu comentário...

  8. Sábados de Bill

    Sábados de Bill

    Publicado em 27 de Setembro de 2014 (2 notas)
    Deixe seu comentário...

  9. Sábados de Bill

    Sábados de Bill

    Publicado em 27 de Setembro de 2014 (2 notas)
    Deixe seu comentário...

  10. Sábados de Bill

    Publicado em 27 de Setembro de 2014 (2 notas)
    Deixe seu comentário...

  11. feuille-d-automne:

Frederick Lewton (far left) with his Astronomy class in 1890.
Via

    feuille-d-automne:

    Frederick Lewton (far left) with his Astronomy class in 1890.

    Via

    Publicado em 27 de Setembro de 2014 (68 notas)
    Deixe seu comentário...

  12. agabella:

jib—reel:

peril:

Les raboteurs de parquet (The Floor Scrapers) (1875), oil on canvas, Musée d’Orsay, Paris | artwork by Gustave Caillebotte

This piece was chastised when it was first shown in galleries for its depiction of working class people dressed “immodestly”.

    agabella:

    jib—reel:

    peril:

    Les raboteurs de parquet (The Floor Scrapers) (1875), oil on canvas, Musée d’Orsay, Paris | artwork by Gustave Caillebotte

    This piece was chastised when it was first shown in galleries for its depiction of working class people dressed “immodestly”.

    (via xenoshock)

    Publicado em 26 de Setembro de 2014 (1.959 notas)
    Deixe seu comentário...

  13. (Fonte: sandandglass, via cwnerd12)

    Publicado em 26 de Setembro de 2014 (283.957 notas)
    Deixe seu comentário...

  14. viktor-sbor:

Eduard Veith. Nereids, 1925

    viktor-sbor:

    Eduard Veith. Nereids, 1925

    (via intraoculus)

    Publicado em 26 de Setembro de 2014 (14 notas)
    Deixe seu comentário...

  15. huariqueje:

Roses in Glass Still Life  , Eva Gonzales 1882. Manet’s only formal pupil.
Impressionism

    huariqueje:

    Roses in Glass Still Life  , Eva Gonzales 1882. Manet’s only formal pupil.

    Impressionism

    (via intraoculus)

    Publicado em 26 de Setembro de 2014 (8 notas)
    Deixe seu comentário...